15/04/13

Roubo na Igreja Matriz

No passado dia 31 de março, um indivíduo de 40 anos de idade apresentou-se na Igreja Matriz de Ovar como sendo padre, sem sugerir qualquer suspeita sobre a sua idoneidade.
Na 3.ª feira seguinte, o mesmo indivíduo vol­tou, pedindo o empréstimo de um cálice para cele­brar Missa num Lar. O encarregado da vigilância, de boa-fé, confiou nele, entregando-lhe um cálice, bem como um vaso de altar (píxide). E enquanto o encarregado foi buscar um saco de plástico que o indivíduo lhe pediu, o larápio apossou-se de outro vaso sem dar nas vistas. Prometeu voltar, mas não o fez. O caso foi entregue à Polícia. Soubemos pela Internet que o “amigo do alheio” se chama Agostinho Caridade (na foto), mas quando usa os estratagemas para roubar utiliza um nome falso.
Alerta-se a população para estar atenta a casos semelhantes, porque hoje em dia ninguém está seguro.

Sem comentários: