25/05/13

Viagem aos Açores – Festa do Espírito Santo na Ilha do Pico

O grupo de Ovar, considerado como a primeira experiência de Turismo Religioso na Ilha do Pico, nas Festas
do Espírito Santo. Na chegada a Ponta Delgada, o grupo foi fotografado para o "Correio dos Açores"

Açores. Mais do que as aves desta espécie – o milhafre, e não o açor é que reina nos céus das ilhas –, o nome do arquipélago virá como referência a um antigo colonizador holandês, segundo nos informou a nossa guia em São Miguel, a 1.ª das três ilhas do nosso itinerário.


Na chegada à Casa do Comendador, do Dr. José Manuel Caldeira (à direita),
na Ilha do Pico, onde ficaram instaladas 16 dos 25 participantes do grupo

Pico e Faial foram as restantes ilhas, sendo nosso objetivo principal presenciar, na do Pico, as Festas do Espírito Santo, cujas raízes teriam ido de Alenquer, onde tiveram origem no tempo de Santa Isabel, esposa do Rei D. Dinis. Gostaríamos de saber se terá a mesma origem o antigo culto prestado ao Divino Espírito em Ovar. 
De facto, na nossa Igreja Matriz existe um altar em estilo barroco, de finais do século XVII, decididamente marcado pela imagem da Trindade e pelo simbolismo da pomba.

O "Imperador" (mordomo) José Machado e sua irmã,
de regresso a casa, após a coroação na Igreja

Foram várias as paróquias em que encontrámos “Impérios” nas ruas ou nas Igrejas, com os “Imperadores” transportando a coroa do Espírito Santo, mas foi na Paróquia de São Roque que participámos mais ativamente nas diversos momentos celebrativos da Festa do Divino, incluindo a Missa, concluída com a coroação do Imperador, e, em casa deste, o almoço típico com as "sopas do Espírito").
---------------------------------------------------
CLIQUE AQUI
PARA VER MAIS FOTOS
---------------------------------------------------

Sem comentários: