02/10/13

VIDA PAROQUIAL

Côngrua (direitos paroquiais)
O Pároco de Ovar lembra que nesta altura do ano – pelo S. Miguel – é antigo costume da Igreja alertar os católicos para o cumprimento do dever que lhes cabe de contribuírem para a sua comunidade com uma oferta anual proporcional aos seus rendimentos. Chama-se a essa dádiva a côngrua (oblata, ou direitos paroquiais), e destina-se a prover as necessidades da Paróquia e dos seus servidores.
Neste tempo de crise, de que a Paróquia também se ressente, apela-se à colaboração de todos os paroquianos que, aliás, desde há muito tempo têm sido poupados a peditórios, mesmo tendo a Paróquia sido obrigada a acudir a reparações dispendiosas quer na Igreja (telhados e limpeza de paredes) quer na Residência (o velho telhado, com mais de 60 anos, teve de ser substituído), por resistir à infiltração de águas.
Para cúmulo, a Paróquia não contou este ano com duas verbas que costumavam ser uma ajuda, provindas das bilheteiras do Carnaval e da Visita Pascal, que não se efetuou devido ao mau tempo.
Espera-se que todos os católicos comprometidos colaborem com generosidade, de harmonia com as suas possibilidades, para que a Paróquia possa satisfazer os seus encargos com a manutenção do seu património e com os seus servidores.

Ano catequético
Tem início em 5 de outubro a Catequese em Ovar, que continuará nos sábados e domingos seguintes.
A missa com crianças reiniciará em 27 de outubro, às 9h30.
PEDE-SE:
Aos catequizandos: assiduidade e responsabilidade.
Aos pais: que acompanhem com interesse a caminhada cristã dos seus filhos.
Às famílias: dar à Catequese o seu devido lugar, evitando alterações de horários.
Aos catequistas: aproveitar os encontros de formação e de atualização da pedagogia catequética.

Celebração do Crisma
D. João Lavrador deslocar-se-á, em 20 de outubro, a Ovar, onde presidirá à missa das 11 horas, em que crismará algumas pessoas adultas, e um grupo de jovens de Ovar, São João, S. Vicente e Válega.

Sem comentários: