04/06/16

LEIA os artigos do jornal ovarense JOÃO SEMANA

Pormenor de um postal antigo sobre a aparição
de N.ª Sr.ª de Fátima aos pastorinhos
"Onomástica 
Fatimita em Ovar"
Texto: Padre Manuel Pires Bastos

"(...) Apesar da introdução de uma gama muito variada de nomes profanos na Onomástica Portuguesa, a partir da implantação da República, era ainda vulgar a atribuição de nomes cristãos, incluindo os que designavam atributos da Virgem Maria. Daí, que os primeiros “crentes” no “milagre de Fátima” logo desejassem à imitação dos devotos de N.ª Sr.ª de Lourdes, apropriar-se da designação topográfica (lugar da aparição) e passá-la para o nome dos recém-nascidos (antroponímia).
Só em 1922, porém, é que o nome “Fátima” entrou na Onomástica Vareira, através de uma criança do sexo feminino, Fátima Pais Guedes, nascida em 24 de Janeiro no lugar da Regedoura, freguesia de Válega, filha de Alfredo Alves Guedes e de Rosa Augusta Pais, e casada, em 08/04/1944, com José Fernando Bento de Lemos. (...)"

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

Sem comentários: