14/03/18

Escola "Padre Maia" inaugurada em Angola


Em 15 de fevereiro último, na comuna do Assango, município de Amboim, província do Kwanza Sul, Angola foi inaugurada a escola primária "Padre Maia" (P.e António da Silva Maia, sacerdote missionário nascido em Cimo de Vila, Ovar, 1905-1961), com oito salas de aula, com vista à inserção de mais alunos no sistema de ensino no presente ano letivo [clique no link].
A construção daquela infraestrutura, um projeto da Igreja Católica materializado pela empresa "Quissonhy LDA", teve o apoio das petrolíferas Sonangol, Total e Associados do Bloco 7.

O complexo escolar "Padre Maia", em Assango, Angola, conta, para além das salas de aula, com área admi­nistrativa, sala de professores, balneários e grupo gerador, sendo que a sua construção durou 22 meses.
O governador da província do Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, que orientou a cerimónia de inauguração, enalteceu o apoio dado pela Sonangol, Total e Associados do Bloco 7 a esta escola, que vai ajudar a melhorar a qua­lidade de ensino na região e a reduzir o número de crianças que ainda se encontram fora do sistema académico.
Por sua vez, o bispo da Diocese do Sumbe e mentor do projeto, D. Luzizila Kiala, considerou o ato como um dos papéis da Igreja Católica, no âmbito da sua respon­sabilidade social de apoiar a melhoria da qualidade do ensino no país. "A igreja defendeu sempre que todas as pessoas têm direito à educação, principalmente as crianças das zonas rurais, por viverem em locais recônditos e terem de deslocar-se a grandes distâncias para estudar", argumentou.
Pelo menos 1500 alunos estão matriculados nas escolas da comuna do Assango, localizada a 24 quilómetros da sede do município do Amboim, e com uma população estimada em 19 mil habitantes.


Fotos: empresa "Quissonhy LDA"

Sem comentários: